Primeiro ano do governo Tarso - SAÚDE

Menos recursos para a saúde dos municípios gaúchos

As transferências de recursos para a saúde dos municípios foram reduzidas de R$ 203 milhões, entre janeiro e outubro de 2010, para R$ 118 milhões, no mesmo período do primeiro ano do governo Tarso Genro. Isso representa uma queda de 42% nos repasses às prefeituras, colocando em risco a manutenção do atendimento em postos e hospitais públicos.

O repasse de recursos para os Hospitais Filantrópicos e Santas Casas do interior do Estado e da Capital tiveram uma queda ainda maior, de 53%. Em 2010, foi liberado para o custeio e investimento das instituições cerca de R$ 88 milhões. Ao longo de 2011, esses recursos caíram drasticamente, ficando em R$ 41 milhões.

Comentários

Postagens mais visitadas